Páginas

28 de jun de 2009

Perfil: Tatuadora Kat Von D

Katherine von Drachenberg nasceu em 8 de março de 1982 na cidade de Monterey, Nuevo León, México e é uma tatuadora profissional e atualmente uma pop-star da TV, pois ficou conhecida internacionalmente no reality-show Miami Ink, onde ganhou uma spin-off chamado LA Ink.
Ao 4 anos mudou-se para o EUA (onde cresceu em Inland Empire), mas seus pais são na realidade argentinos, onde o pai é descedente de alemão e sua mãe tem raízes hispânico-italianos e tem um irmão e uma irmã e fala inglês e castelhano.
Fez a sua primeira tatuagem (um J) aos 14 anos com um aparelho caseiro. Pouco depois, em 1996 vendo seu talento, alguns amigos ofereceram trabalho como tatuadora, mesmo ela sabendo que a arte não é nada fácil, mas era este o seu sonho.
Em 1998, começou a trabalhar em um estúdio oficial chamado "Sin City Tattoo" e em um ano e meio depois se mudou para o estúdio "Blue Bird Tattoo" em Pasadena e um ano depois em "Red Hot Tattoo" em Arcadia. Embora muito popular, onde várias pessoas dizem ser seu/sua amigo/amiga, pode-se contar que os verdadeiros com os dedos de uma mão e uma que se destaca é Daniela.
Anos depois começou a trabalhar em "Inflictions" na redondeza de Covina, Califórnia. Esta época foi um período de grande crescimento em seu trabalho, e depois foi em "True Tattoo" onde conheceu Chris Garver e Clay Decker, onde adquiriu muito talento e qualidade em seu trabalho, o que levou a "Miami Ink" e depois o seu próprio programa.
Esteve casada com Oliver Peck, da qual se divorciou de forma traumática. De volta para LA, se relacionou com Alex Orbison, filho de Roy Orbison, porém não deu certo e atualmente está com Nikki Six da banda Mötley Crüe.
Na atualidade possue sua própria linha de roupas e uma linha de maquiagem em colaboração com Sephora. Também organizou um grande evento que atraiu milhares de pessoas fãs de tatuagem e é dona do estúdio "High Voltage Tatto"o" e estará no filme The Bleeding. Em janeiro deste ano publicou o livro "High Voltage Tattoo" com fotos, conselhos, dados autobiográficos e outros elementos significativos para os amantes da arte.


Kat:


Linha de Maquiagem:


Trabalhos (alguns):


23 de jun de 2009

Perfil: Cantor Diego Torres

Diego Torres nasceu na Cidade de Buenos Aires em 9 de março de 1971. É um cantor e ator argentino que canta o estilo pop. Filho de Julio César Caccia e da cantora e atriz popular argentina Lolita Torres. Sua canção mais famosa é Color Esperanza.
Biografia
Na adolescência teve uma banda musical La Marca, que acabou em 1991, na qual foi o seu começo musical. Em 1991 deu os seus primeiros passos na TV, protagonizando o programa “La Banda del Golden Tocket” que ficou no ar por 3 anos.
Em1992, lançou o seu primeiro disco, chamado “Diego Torres”, e que foi produzido por Cachorro López e que vendeu 200.000 unidades impulsionados pelos hits “Estamos Juntos”, “Alguien La Vio Partir”, “Puedo Decir Que Sí”, entre outros.
Em 1994, lançou o seu segundo disco, chamado “Tratar De Estar Mejor” e que significou a sua consagração definitiva pela aceitação maciça do público. Nesta produção se combinam o reggae, a balada, o funk (“Deja De Pedir Perdón” e “San Salvador”). Com o tema homônimo e outras músicas do disco, fez de Diego Torres o artista argentino de maiores vendas e apresentações de 1994 e 1995, onde somente na Argentina, “Tratar ...” vendeu 430.000 cópias.
Uma grande turnê Latino-americana o lançou para fora das fronteiras de seu país, e em 1995 foi convidado para a ir à Espanha participar do disco em homenagem a Joan Manuel Serrat, cantando a música Penélope em “Serrat Eres Único”.
Em 1996, lança o disco “Luna Nueva” que foi feito simultaneamente com sua primeira participação como protagonista no filme “La Furia”, que foi dirigido por Juan Bautista Stagnaro, onde foi o filme mais visto do ano na Argentina, com 1.300.000 espectadores. Em agosto de 1997, apresenta o Disco em 8 shows no Teatro Opera. Uma curiosidade a respeito de “Luna Nueva”: Há a música Oceano, que é a versão em espanhol da música Oceano do cantor Djavan.
Em 1999, lança o disco “Tal Cual Es” que foi outro sucesso, embora um pouco menor que os anteriores. A música principal do disco é “Que Será”. Novamente neste disco há uma versão espanhol de música brasileira, e neste caso é a música “Como Uma Onda” de Lulu Santos, que na versão em espanhol ganhou o título “Como una Ola”.
Em 2001, Diego lança o disco “Un Mundo Diferente”, que é considerado um disco de puro otimismo e o mesmo foi gravado em um período turbulento na Argentina, onde suas letras nos levam a crer em que pode melhorar. Exemplo máximo é a música “Color Esperanza” e também a música “Sueños”. Muito emotiva também é a música “A Través Del Tiempo”, que encerra o disco, e é dedicada a seu amigo Fernando Olmedo, falecido em um acidente de carro. Este cd teve uma versão em português chamado “Um Mundo Diferente” com algumas música em versão em português: Color Esperanza – Cor Da Esperança; Sueños – Sonhos No Vento; Que No Me Pierda – Que Eu Não Me Perca.
Em 2004, lança o disco MTV Unplugged, primeiro MTV Unplugged produzido pela MTV Latina, e que permitiu a Diego Torres expandir sua música. Entre os convidados para o acústico, está Julieta Venegas, Vicentico e La Chilinga. “Cantar Hasta Morir” é nome da principal e inédita música do disco.
Em 2006, lança o disco “Andando”, e como o anterior, está cheio de surpresas e de letras belas. Andando é a primeira música do disco homônimo e nas próprias palavras de Diego, o mesmo diz que gosta mais de observar do que ser observado e é isto que narra a música. “Hasta Cuando” nos mostra toda a dor que Diego segue tendo pelo falecimento de sua mãe. “Abriendo Caminos” é uma bela letra que nos oferece um dueto com o cantor dominicano Juan Luis Guerra. “Por La Escalera” é uma letra escrita por Joaquín Sabina e com música de Diego que se transformou em uma grande canção.
Entre 2008 e 2009, Diego está produzindo um novo disco e a produção está a cargo do reconhecido produtor peruano Gian Marco que já trabalhou com grandes artistas, como por exemplo Marc Anthony, Glória Estefan, Obie Bermúdez, Alejandro Fernández e Paulina Rubio. Diego e Gian também estão a cargo da composição do tema principal do filme Ítalo-Peruano em 3D chamado “Delfin”. A música será interpretada por Diego.
Discografía:
Diego torres - 1992: Chalaman / Estamos Juntos / Puedo Decir Que Si / Esperandote / Sintonia Americana / No Tengas Miedo / Es Lo Que Siento / Alguien La Vio Partir / Yo Te Vi (Just One Look) / Fiesta De Vagabundos
Tratar de estar mejor - 1994: Tratar De Estar Mejor / Todo Cambia (Y Todo Se Termina) / Dame Una Razon / Aunque Quieras / Deja De Pedir Perdón / Te Pido Que Vuelvas / Pensar (Que Siempre Hay Alguien Mas) / San Salvador / Secretos Del Mar / Por La Vereda Del Sol
Luna nueva - 1996: Luna Nueva / Quise olvidar / No lo soñé / Se que ya no volverás / Se que hay algo más / Se dejaba llevar por ti / Siempre hay un camino / No todo está perdido / Alba / Oceano / Cuando el mundo da vueltas / Penélope
Tal cual es - 1999: Lo Que El Viento Se Llevó / Como Una Ola / Donde Van / Puede Ser / Que Será / La Última Noche / Vuelves A Mí / Tal Cual Es / De Tu Lado / Ojos Negros / Lluvia De Verano / Dame Una Señal / Recuerda
Un mundo diferente - 2001: Color esperanza / Una gotita de tu amor / Quisiera / Por ti yo iré / Conmigo siempre / Sueños / Que no me pierda / Si tu te vas / Alegría / Perdidos en la noche / No me olvides / Soy de la gente / A través del tiempo
Diego Torres (MTV) Unplugged - 2004: Deja de pedir perdon / No lo soñe / Se que ya no volveras / Cantar hasta morir / Que sera / La última noche / Alguien la vio partir / Déjame Estar / Alba / Sueños (con Julieta Venegas) / Donde van / Tal vez / Usted (con Vicentico) / Tratar de estar mejor / Penélope / Color esperanza (con La Chilinguita)
Andando - 2006: Andando / A Veces / Hasta Cuando / Abriendo Caminos / Se / Ay! No te vayas / Como Un Haz de Luna / Buscame / Por la Escalera / Amores que matan / Después de ti / Volver / Por ser como soy

17 de jun de 2009

Transparência ou irresponsabilidade?

Todo mundo que paga os seus impostos quer ver para onde os mesmos vão, ver quanto cada setor envolvido gasta, mas qual o limite para a transparência total dos gastos? É ético informar o salário de cada servidor, o seu nome completo e o seu local de trabalho? Ou o mais correto seria informar o gasto por tipo de gasto, como por exemplo, total de gasto com os servidores, total gasto com melhorias? Falo isto, porque o Prefeito Kassab de São Paulo, simplesmente desde o dia de ontem, está divulgando uma lista (com a desculpa da transperência) com os salários dos servidores com o nome completo de cada servidor, seu cargo, seu salário bruto (fora que há casos de servidores que ganham aparentemente um absurdo, mas é por alguma decisão judicial que naquele mês estão ganhanhdo um valor maior) e seu local de trabalho (isto é um perigo para quem é professor, pois é informado a escola em que o mesmo trabalha). Ou seja, se algum engraçadinho resolve se vingar de algum servidor, ele pode simplesmente baixar a relação, fazer uma pesquisa simples e descobrir quanto aquela pessoa ganha e fazer qualquer besteira.
Eu simplesmente não concordo. É o mesmo que a empresa onde eu trabalho, divulgar o meu salário na internet com o meu nome completo.
Kassab, queremos transparência nos contratos e licitações e não a exposição a risco desnecessário dos funcionários públicos.

14 de jun de 2009

Tentei assistir o filme The Doors mas não consegui.

Filme: The Doors.
Ano da produção: 1991
Direção: Oliver Stnoe
Tempo de filme: 140 minutos
Censura: 18 anos
Elenco: Billy Idol, Val Kilmer e Meg Ryan
Sinopse: Val Kilmer encarna o carisma elétrico de Jim Morrison, líder dos Doors, neste filme de Oliver Stone. Com atuações de Meg Ryan, Kyle MacLachlan, Frank Whaley, Kevin Dillon e Billy Idol, The Doors percorre a trajetória do início da carreira de Jim Morrison, na praia de Venice, à sua ascensão ao topo do altar do rock. Nesta jornada, ele conviveu com uma escuridão que traria o seu fim e o fim da sua banda.
Opinião: Sinceramente? O-DI-EI. Consegui assistir somente 1 hora de filme {passou ontem no Telecine Cult} {nunca assisti e sempre tive vontade de assistir} e olha que foi com um esforço enorme. Simplesmente Oliver retratou um Jim que vivia chapado 24 horas por dia por ácido e álcool e que só fazia loucuras. Se ele tivesse vivido assim como mostrou o filme, não teria vivido até os 27 anos, teria morrido antes. E nem criado o que criou. Este filme faz o filme Cazuza parecer filme de criança. Não recomendo.

11 de jun de 2009

Perfil: Banda Maná

Maná é uma banda de pop rock mexicana fundada em Guadalajara, inicialmente com o nome de "Green Hat". Alguns anos depois mudou para "Sombrero Verde" e posteriormente para "Maná".
Membros atuais:
Vocalista: Fher Olvera;
Baixista: Juan Diego Calleros;
Guitarrista: Sérgio Vallin;
Baterista: Alex "El Animal" González.
Atualmente é uma das bandas de rock latino de maior sucesso. O penúltimo álbum chamado Amar es Combatir lançado mundialmente em 22 de Agosto de 2006. O primeiro single, "Labios Compartidos", lançado dia 10 de Julho de 2006 teve sucesso imediato nas rádios mexicanas atingindo o primeiro lugar após quatro dias do lançamento. Nos EUA a canção atingiu o primeiro lugar nas rádios pop latinas em pouco mais de uma semana do lançamento o que fez com que a música ficasse em primeiro lugar da parada Hot Latin Songs da revista Billboard. O segundo single fez sucesso parecido alcançando também a primeira posição na parada das rádios latinas dos EUA e em toda América Latina e Espanha.O último lançamento foi o álbum Arde del Cielo.
História:
A história do Maná começa no principio dos anos 80 período em que a banda lança dois álbuns Sombrero Verde e A Tiempo de Rock. Estes discos tiveram pouco sucesso e logo depois a banda mudou o nome para Maná, e gravaram um disco com o mesmo nome (1987) (gravaram o primeiro video, da música Robot). Depois lançaram Falta Amor (1990), disco que os trouxe reconhecimento na América Latina, com o primeiro grande sucesso Rayando El Sol, e outros sucessos como Buscándola e Perdido En Un Barco. Curiosidades: Neste mesmo disco, ouve a regravação da música No Me Mires Así, música que havia sido gravada originalmente no cd A Tiempo de Rock (quando a banda ainda tinha o nome de Sombrero Verde). Fher Olvera, vocalista da banda, convidou Alejandro Lora da banda El Tri para cantar um dueto com ele na música 'Falta Amor'.
Em 1992 Maná lança Donde Jugaran Los Niños. Neste disco integram Maná Vampiro e Ivan Gonzáles nos teclados, recebendo premios de vendas em quase todo o continente americano. Destaque para Oye mi amor, Como te deseo, Te Lloré Un Río e Vivir Sin Aire. Há no cd também alguns sucessos como Me Vale, Cachito e De Pies a Cabeza. Nas músicas Como Diablos e Huele a Tristeza, o vocalista Fher Olvera mostra suas habilidades na gaita, tocando em trechos das 2 músicas.
Dois anos depois, em 1994, é lançado Maná En Vivo, que mostra os melhores momentos da turnê promocional de Dónde Jugarán Los Niños. Nele, está a música El Rey, tocada em homenagem ao cantor mexicano José Alfredo Gimenez.
Em 1995 lançam Cuando Los Ángeles Lloran (em homenagem ao brasileiro Chico Mendes), com os sucessos, Como un perro enloquecido, Ana, Hundido En Un Rincón, Déjame Entrar (música que abriu maior parte ou todos os shows da turnê Amar Es Combatir) e No ha parado de llover. Também criam a Fundação Selva Negra, que se encarrega de proteger a ecologia das Américas. No cd também há uma música cujo nome é Selva Negra. Há também no cd músicas como Mis Ojos, El Reloj Cucu e Cuando Los Ángeles Lloran que obtiveram admiradores.
Em 1997 é lançado Sueños Liquidos, lançado em 26 países. En el muelle de San Blas, Hechicera y Clavado en un bar foram sucessos nas rádios. Como Dueles en Los Labios, Un Lobo Por Tu Amor e Robame el Alma também são músicas que ganharam fãs do CD. Em pouco tempo Maná ganha certificados de vendas em todos os países em que foi lançado, incluindo Espanha e Estados Unidos, onde o Maná tinha vendido até o momento 500 mil cópias.
Em 1999 gravam para a MTV o Acústico e em 2000 colaboram com Carlos Santana em seu álbum Supernatural, na música Corazón Espinado.
Depois de três anos Maná lança ao mercado Revolución de Amor. Este álbum teve como sucessos: "Angel de Amor", "Eres mi Religión" y "Mariposa Traicionera". O disco teve a colaboração de Carlos Santana e sua guitarra em "Justicia, Tierra y Libertad" e também com Ruben Blades em "Sabanas Frías". Por último, o destaque para Sergio Vallin Loera, que estreiou como vocalista cantando "Por que te vas?". No cd, Alex "El Animal" González é o vocalista das músicas Sin Tu Cariño, Fé e Nada Que Perder.
No final de 2003 lançam 3 compilações: Sol, Luna e Eclipse, que incluem os temas de maior sucesso e outras colaborações da banda, com a música inédita Té llevaré al cielo. 2004 foi um ano sabático para Maná.
Em 2004 saiu a venda o DVD chamado "Acceso Total", que inclui uma mistura de imagens de vários shows e bastidores.
Atualmente a banda de rock latino de maior sucesso. O penúltimo álbum chamado "Amar es Combatir" foi lançado mundialmente dia 22 de Agosto de 2006, e o primeiro single, Labios Compartidos, lançado dia 10 de Julho de 2006 teve sucesso imediato nas rádios mexicanas atingindo o primeiro lugar após quatro dias do lançamento. Nos EUA a canção atingiu o primeiro lugar nas rádios pop latinas em pouco mais de uma semana do lançamento e está subindo rapidamente na lista das mais tocadas das rádios latinas, ficando três semanas em primeiro lugar da Billboard Hot Latin Songs.
O Segundo Single "Bendita Tu Luz" assim como o primeiro single do último álbum da banda obteve grande exito nas rádios latinas dos EUA alcançando primeiro lugar da parada Hot Latin Songs da revista Billboard.
O terceiro single do álbum, lançado entre dezembro de 2006 e janeiro de 2007, é "Manda Una Señal", o video foi feito com imagens retiradas de um show nos EUA.
O quarto single, "Ojalá Pudiera Borrarte" foi lançado em junho de 2007 (durante a turnê) e filmado em um hotel da Argentina.
O penúltimo CD se caracteriza pela mistura de ritmos. Há algumas baladas românticas, há mistura de reggae, blues, cha cha cha, alguns ritmos latinos e rock.
Discografia:
1981 - Sombrero Verde (Maná antigo)
1983 - A Tiempo de Rock
1987 - Maná
1990 - Falta Amor
1992 - Dónde Jugarán Los Niños
1994 - En Vivo
1995 - Cuando los angeles lloran
1997 - Sueños Líquidos
1999 - MTV Unplugged
2000 - Todo Maná
2001 - Grandes Maná
2002 - Revolución de Amor
2003 - Concierto Basico el 14 de Febrero de 2003 en el Circulo de Bellas Artes de Madrid
2003 - Esenciales Eclipse
2003 - Esenciales Luna
2003 - Esenciales Sol
2003 - Festival De La Canción De Viña Del Mar (LIVE) Bootleg At Viña Del Mar Chile 20-02-2003
2004 - Sabanas Frias [Promo CD]
2004 - The Greatest Hits
2006 - Amar es Combatir
2008 - Arde el cielo

Minha opinião: Eu simplesmente amoooooooooo a banda Maná. Conheci a banda por causa da música com o Santana e não por causa da novela. No ano passado fui ao show deles no CredicardHall e foi MA-NÁ-VI-LHO-SO. Adoro várias músicas deles, como Mariposa Traicionera, Eres mi religión, En el muelle de San Blas, Cuando Los Ángeles Lloran, Donde Jugaran Los Niños, etc. É o tipo de banda que eu não me canso de ouvir.


A vida imitando a arte?

Fiquei chocada com o acidente da Air France, mas agora fiquei mais chocada ainda com uma notícia no site do Yahoo:
"Italiana que perdeu voo da Air France morre em acidente de carro.
Uma italiana que na semana passada perdeu o voo do da Air France que caiu em águas brasileiras morreu num acidente de carro, informa o site do jornal "The Times".Johanna Ganthaler, aposentada e natural da região italiana de Bolzano, tinha passado uns dias de férias no Brasil com o marido.
Os dois perderam o voo 447 da Air France, que caiu no Oceano Atlântico em 31 de maio com 228 pessoas a bordo. Um dia depois, deixaram o Rio de Janeiro.
O acidente de carro que matou Ganthaler aconteceu em Kufstein (Áustria), quando o veículo no qual estava bateu num caminhão. O estado de saúde do marido da italiana é grave."

Na hora lembrei do filme Premonição. Arrepiei legal agora.

9 de jun de 2009

6 de jun de 2009

Perfil: Cantora Amaia Montero

Amaia Montero é uma cantora e compositora espanhola, nascida em 26 de agosto de 1976 na cidade de Irún, País Basco Espanhol. Até novembro de 2007 fez parte como vocalista da banda Espanhola La Oreja de Van Gogh. Extamente 1 ano depois, em novembro de 2008, lança o seu primeiro CD solo, álbum que se chama Amaia Montero. Este álbum contém 11 canções, três das quais são dedicadas: ao seu pai, a canção 407; à sua mãe, Te Voy A Decir Una Cosa; e aos seus ex-companheiros da banda La Oreja de Van Gogh a canção Tulipán. O seu primeiro álbum teve como 1º single a canção Quiero Ser, uma canção do género balada ou pop ligeiro espanhol, marcada pelo som da guitarra.
Discografia:
Como vocalista da banda La Oreja de Van Gogh
1998 - Dile al Sol;
2000- El viaje de Copperpot
2003 - Lo que te conté mientras te hacías la dormida;
2006 - Guapa;
2006 - Más Guapa - Reedição de luxo do disco "Guapa", com músicas novas.
2008 - LOVG - Grandes Éxitos: Coletânea com os maiores sucessos da banda.
Carreira solo:
2008 - Amaia Montero
Músicas:
1 - Quiero Ser
2 - Mirando Al Mar
3 - 4"
4 - 407
5 - Tulipán
6 - Ni Puedo Ni Quiero
7 - Te Falta Rock
8 - Círculos
9 - La Bahía Del Silencio
10 - Te Voy A Decir Una Cosa
11 - Por Toda Una Vida


Site Oficial: Aqui
Opinião sobre o CD da Amaia: Lembra e muito sua antiga banda, mas pra quê mudar se é este o estilo preferido de seus fãs? Eu gostei. Fiquei com medo dela mudar muito. Tem alguns que criticaram por ela não ter mudado o estilo e aí eu pergunto: Será que só porque saiu de uma banda, o cantor não pode continuar com o seu mesmo estilo? Ou alguém aqui imagina a Cláudia Leite cantando sertanejo ao invés de axé?


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...