Páginas

29 de jan de 2010

Dia 01/02/2010 começa a 5ª Temporada de Criminal Minds no canal AXN

Segunda-feira estréia a 5ª Temporada de Criminal Minds no canal AXN (Eita chamada com um ENORMEEEEEEE spoiler, hein dona AXN?). Pelos meus cálculos, o centésimo episódio (episódio 5X09), que é O MELHOR EPISÓDIO 100 da história de séries, será no dia 29 de março. Recomendo assistirem, mas pra entender todo o contexto pra quem não viu, deve-se assistir o episódio 4X18, o último episódio da 4ª Temporada (será reprisado no domingo, às 10:00.), o primeiro da 5ª temporada (que irá passar na segunda-feira), o episódio 5X08 e óbvio que o episódio 100. Criminal Minds não é uma série que tem uma história linear que liga todos os episódios, porém os criadores acabaram criando uma situação no episódio 4X18 que gerou um arco mas que foi bem feito e deu todo um sentido para a situação criada. Tenho muita vontade de criar banners para fóruns com imagens deste arco, mas como tem gente que ainda não assistiu, só vou criar quando acabar tudo.

A triste vida da Família Chávez - Presidente da Venezuela

Galera, olhem só a "triste vida" que a Família Chávez leva na Venezuela. Vejam logo, antes que o "Democrático" dirigente retire do ar: Aqui. Por via das dúvidas, estou salvando a página em PDF.

23 de jan de 2010

Alguns momentos Thomas Gibson

Para as Hotchers fãs de Criminal Minds, aqui vai um momento Thomas Gibson feito com o programa PhotoScape:


Por que raios artista não pode ser normal como nós os mortais?

Alguém pode me explicar por que os fashionistas do SPFW e do mundo acham que celebridades não podem ter problemas como nós mortais? Será que eles acham que artistas são seres de outro planeta? Qual o problema da Lily Allen ter celulite? O que importa é a sua música e não se ela tem ou não celulite. Eu gosto de algumas músicas dela, acho o jeitinho dela uma gracinha, mas não ligo que ela tenha celulite. Isto não faz menos pior, muito pelo contrário, mostra que ela é igual a gente, com seus defeitos e suas qualidades.
Querem um ser perfeito? Comprem uma Barbie!


22 de jan de 2010

Queriam que estivessem felizes e alegres????

Estava vendo/lendo notícias sobre os enterros dos militares brasileiros mortos no Haiti, e houve algo que me incomodou nas notícias. O espanto dos jornalistas pelo que todos os presentes nos diversos enterros estivessem felizes e contentes. Queriam o quê? Que eles pulassem e gritassem: "Viva!!! Meu Filho Morreu!!!" ?????
É tão óbvio que todos estivessem tristes e emocionados. Ninguém aqui no Brasil iria imaginar que depois de tantos anos fossemos enterrar tantos militares de uma vez. Ainda mais sabendo que o Brasil foi para uma missão de  Paz e não de guerra.
Se não tem o que falar, fique quieto. As vezes, falar o óbvio soa como uma tremenda falta de educação. Fico imaginando, o pai, ou a mãe de um soldado lendo a notícia do enterro de seu filho e tendo a sensação que o jornal acha que ela deveria estar feliz pela morte dele. A família, os amigos e até os outros soldados que participaram do enterro tem todo o direito de se emocionarem, de chorarem a sua dor. E todos nós temos que respeitar este momento. Que direito temos de questionar a tristeza deles? As vezes a imprensa exagera.

Fonte da fonte: Globo.com

21 de jan de 2010

Buttons Criminal Minds

Fiz somente estes quatro, do Hotch, da Prentiss, do Reid e do Morgan. Estou muito cansada nestes dias. Neste find prolongado prometo que a produção será maior e os posts melhores.


20 de jan de 2010

Estilo louco da Paget Brewster!!!!

Pra quem não a conhece, Paget faz o personagem Emily Prentiss em Criminal Minds. Ela entrou no 9º Episódio da 2ª Temporada, e desde então o personagem só evoluiu. Foi uma das melhores trocas já vistas em série.

A atriz tem 40 anos e sua carreira tem 13 anos onde começou na com algumas participaçõs na série Friends e é mais voltada para as séries de TV. Seu trabalho mais conhecido é o atual.

O estilo dela é bem louco e variado. Vai do Luxo total para o Louco total:



Post inspirado em posts Estilo do Just Lia

16 de jan de 2010

Semelhanças que assustam e dão medo.


Ontem estava pensando sobre as duas grandes tragédias que se abateu aqui e no mundo (Angra e Haiti) já em 2010 e percebi uma semlhança (Teria mais?), ou coincidência até certo ponto macabra {Isto foi ANTES do filme Premonição que eu nem sabia que iria passar na TV, ou seja, não houve influência alguma neste meu pensamento}.
No Brasil, o local mais atingido pelas grandes chuvas que se abateu foi em Angra dos Reis, onde morreram pouco mais de 50 pessoas soterradas e algumas dezenas de feridos no dia 01.
No Haiti, o local mais atingido pelo terremoto foi em Porto Príncipe, matando milhares de pessoas e deixando outras milhares de feridos pelo caminho. O terremoto ocorreu no dia 12.
A primeira semelhança que eu percebi foi no nome das cidades:
Angra dos Reis, onde Angra significa pequena baía ou enseada, largamente aberta, que forma um porto natural, ou seja, poderíamos mudar o nome da cidade para PORTO DOS REIS que o significado seria o mesmo. E isto mostra a grande semelhança dos nomes das cidades. Isto me assustou por demais. Fiquei pensando "Por que raios duas cidades com nomes que lembram Porto e Realeza precisaram sofrer tais desgraças? Para o ano, estes nomes estão amaldiçoados?"
Depois fiquei pensando nas datas do ocorrido e veio outro susto: O de Angra ocorreu no dia 01, em um exercício de numerologia barata, fiz a conta: 0+1=1, um número ímpar, e o de Porto Príncipe foi no dia 12, 1+2=3, outro número ímpar e que é após do 1.
Sério, depois de tudo isto, fico com medo do que possa ocorrer ainda neste ano.

11 de jan de 2010

O desaparecimento dos excluídos da sociedade e os preconceitos existentes.


Alguma vez, você, leitor deste blog, já imaginou o quão bom seria "para a nossa linda sociedade" se os bêbados, prostitutas e todo aquele pessoal que ninguém gosta ver sumisse sem deixar rastro? Que a antiga Cracolândia não existisse mais, mas sem sangue aparecendo? Será que a nossa sociedade irá perceber o fim da Cracolândia sem uma ação do governo e sim provocada por um Serial Killer? A sociedade brasileira trata estas pessoas como seres invisíveis, ou que não existe, e se um SK fizesse o que eu comentei ninguém iria perceber, só a diminuição da criminalidade talvez. É bem provável que a delegacia da região ganhasse até prêmio e reconhecimento da mídia por um bom trabalho mesmo que não tenha sido o ocorrido. Este comportamento da sociedade de ignorar os excluídos é quase que totalmente praticado pelas classes dominantes no Brasil, infelizmente. Este é o futuro que queremos para o Brasil? Ignorar aqueles que não nos agradam? Está na hora de mudarmos ou a cada dia iremos mais para o fundo do poço.
E você também tem preconceito em quem sofre de TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo)? Se uma pessoa que tem mania de organização e percebesse o que estaria ocorrendo no parágrafo acima (Os excluídos desaparecendo) você daria o devido crédito? Iria acreditar? Ou iria dizer que é só mais uma paranóia estilo Monk e teria outra atitude preconceituosa?
Sim, tudo isto comentado é sobre o penúltimo episódio da 2ª Temporada de Criminal Minds. É a história de um policial de um distrito que sofre de TOC e em seu trabalho, e graças a sua doença, percebe que as pessoas da região em que faz patrulha estão sumindo sem deixar rastros e como são os excluídos pela sociedade não há queixa alguma de desaparecimento. A sociedade  não percebe o que está ocorrendo, pois para a mesma eles são os excluídos, os invisíveis e o delegado também não acredita pelo fato da doença do policial. Com muito jeito a equipe consegue dobrar o Delegado e pega o caso. Apesar da referência do filme Jogos Mortais eu adorei o episódio e não pelo SK e sim pela mensagem subjetiva deixada no episódio: A sociedade ignora os excluídos ao ponto de não perceber o seu desaparecimento e o preconceito contra quem sofre de TOC.

7 de jan de 2010

O direito básico e essencial da Liberdade de Escolha.


 Lendo o tópico "O direito de não ter filhos" no Blog do Luis Nassif, percebi a grande dificuldade das pessoas em aceitarem a liberdade de escolha dos outros e isto em qualquer tema. Achava que era somente comigo que as pessoas tinham esta dificuldade em aceitar as minhas escolhas. Cheguei a comentar por cima sobre o tema no post "A Felicidade e a realização pessoal são coisas subjetivas e íntimas." Mas agora quero abrir o leque sobre este tema tão polêmico

Tenho 35 anos e não sinto a menor vontade de ter um relacionamento sério e até um namorico. Quando alguém me pergunta se estou namorando ou se já casei e eu respondo que não, a cara que fazem é de espanto como se eu fosse um ser de outro planeta. Porque tem que ser obrigatório ter um namorado e casar para ser aceita ou considerada uma pessoa normal? Isto está em alguma lei e eu não estou sabendo? Se tiver me avisem para que eu possa me esconder.
E quando alguém da família faz aquelas piadinha infame sobre você ficar para a Titia, e os vizinhos insinuam que você é gay ou lésbica (Nada contra gay ou lésbicas. E aí vai outro preconceito da sociedade: Gay e Lésbica não pode aparecer com namorado/a. Namoro tem que ser escondido para ser aceito) e para não chocar a família é que não mostra?
Outra coisa que me irrita é a obrigação, como bem comentada no tópico do Nassif, sobre a obrigatoriedade que a sociedade nos dá em relação a ter filhos como se isto fosse um dos únicos passaportes para a felicidade sendo que não é. Você não precisa ter filhos para ser feliz. Você pode ser feliz indo a orfanatos e etc. Mas esta é uma escolha sua. Se você não quiser ter filhos é um direito seu que a sociedade não pode lhe tirar. E se por um acaso, você mulher ficar grávida e não quiser você deveria ter o direito de escolher se quer continuar a gestação ou não. Não tenho coragem de fazer aborto, pois além do medo de cirurgia e etc que eu tenho, eu vou me apegar à criança que está dentro de mim, mas nem por isto vou exigir que outra mulher tenha a mesma postura que eu só porque eu não faço.
Outra mania que as pessoas tem em implicar é o fato de eu ser muito caseira. De não gostar de sair por aí como ir ao shopping e mas sim, de ficar em casa. Se sou feliz assim, qual o problema? A sociedade paga as minhas contas por isso tenho que sair mais? Pessoa caseira é só infelicidade? Pessoa caseira não conhece mais pessoas? Hello, e a internet? Esquecem que ela abre as portas para o mundo? Conheço pessoas de diversos lugares do Brasil e do mundo pela Internet. Até conheci algumas delas pessoalmente.
Este ano também terá mais dois eventos em que a sociedade praticamente te obriga a ter uma posição. Eleição e Copa do Mundo.
Eleição é aquela velha história, se você lê determinado blog, como o do Nassif, Síndrome de Estocolmo, e etc, você obrigatoriamente ter que ser partidária do governo. E você não pode ler algo que aquele determinado blog diz que é contrário ao princípio dele porque você lê o blog. Até para tomar alguma posição você precisa conhecer os dois lados da moeda.
E Copa do Mundo. É obrigação minha ficar torcendo? Não gosto e pronto! Vou ter que torcer só porque a nosso rica sociedade acha correto? Não vou morrer se não torcer. Seleção ganhando não paga as minhas contas.
Não tenho o direito de tolher a liberdade de escolha de ninguém bem como a sociedade não tem o direito de me tirar a liberdade de escolha, só porque a maioria da população pratica tal pensamento.
Está a minha opinião pessoal sobre o Direito Básico da Liberdade de Escolha.

3 de jan de 2010

Tive um feliz 02 de janeiro de 2010


Devido alguns acontecimentos, resolvi mudar a minha postura e com isto vou parar de Desejar um feliz dia/ano/década/século/milênio mas sim agradecer a cada dia vivido e suas conquistas.
Então, feliz 02 de janeiro de 2010. Consegui realizar 70% do que foi planejado por mim. Os 30% faltantes não foram realizados em virtude da chuva, pois o risco de prejuízo era grande, mas não tem problema. Sendo mais de 50% está bom.

1 de jan de 2010

Preconceito continua alto no Brasil - Isto é uma vergonha!

E o governo ainda me tira a obrigatoriedade do Diploma. Se com diploma fazem isto, imagina sem?



O pior de tudo é que Boris Casoy é titular do famoso bordão "Isto é uma vergonha" e vive bradando contra o preconceito, mas um dia a máscara cai. Está na hora de uma revisão de valores da imprensa. Eles tem o poder da informação e não podem se sentir os reis da cocada. Se isto foi ao ar, fico imaginando o que não vai.

PS: Tinha tomado uma taça de licor e achei tinha ouvido coisas por ficar um pouco alta, pois isto me altera mesmo, mas infelizmente não foi efeito de bebida. Queria que fosse.

Feliz 01 de janeiro de 2010

Devemos comemorar cada dia. 1 dia por vez.
A vida não é feita de anos e sim de dias.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...