Páginas

27 de nov de 2009

Você aceita opiniões contrárias à sua em seu blog?


Sim, é estranho eu postar sobre isto. Mas após um twitter da Denise Arcoverde do Blog Síndrome de Estocolmo me fez pensar sobre o assunto em questão.



Comentário do twitter: Fiz um post que teve várias interpretações diferentes do q eu disse. Isso me lembrou porque eu tô gostando mais do Twitter do que de blogar.
Post do blog que gerou o comentário no twitter: O que vem após a morte?

Acompanho o Síndrome já tem um tempinho, mesmo discordando de vários posicionamentos dela. Quando acho que devo postar a minha opinião, mesmo que contrária ao pensamento dela eu posto. Nunca fui impedida. O que me espanta é este posicionamento dela agora. Só que no twitter corre-se o risco de alguém de seu círculo não gostar de algo também.

Quando criei o meu primeiro blog (e isto tem 7 anos) de início era algo como um diário, quase que meio adolescente apesar dos meu 28 anos, pois a moda estava surgindo, e muitos que blogavam naquela época não tinha esta noção de blog que temos hoje, Nunca tive uma grande audiência, porém sempre aceitei as opiniões contrárias, desde que tivessem algum argumento, nada daquele “não concordo” e ponto final. E por incrível que pareça, não tive encrencas sérias, com as pessoas que foram contrários em alguns dos meus posts.
Na minha visão simplista, blog é um local/sistema onde você pode postar uma opinião, uma visão de algo, porém a pessoa que está no outro lado, pode ter uma visão/pensamento/opinião contrária à sua. E a mesma (ou o mesmo) tem todo direito de comentar quando não o agrade por pensar diferente ou por não ter entendido o post.
Será que tudo que eu, ela e outras pessoas postam, a pessoa do outro lado que lê deva dizer amém? NÃO E NÃO!! Blog é uma excelente ferramenta pra troca de opiniões, pensamentos e filosofias, lógico que com respeito. Se eu não quiser que meus leitores tenham uma opinião contrária a minha, o correto é desabilitar a parte de comentários, porém sinto que vou falar para as paredes. Eu simplesmente detesto blog sem seção de comentários. Quero troca de ideias, opiniões, etc. E é isto o grande barato de ter um blog.
Adoro esta possibilidade que o blog dá de abrir horizontes no meu conhecimento, de ter outras visões, analisar e de dar até a chance de eu mudar de opinião sobre aquilo que já comentei.
Impedir comentários e opiniões contrárias à sua é um atentado à liberdade de expressão. Você tira este direito tão básico do ser humano de ter opinião própria.
Se uma pessoa que não quer que outra tenha uma opinião contrária à sua, ou não cria blog, ou se tem, que o blog seja exclusivo para os amigos(as) lerem, sem que o grande público veja.
Por tudo isto dito acima é que coloquei aquela mensagem em vermelho do lado direito.
E você leitor, aceita fácil uma opinião contrária à sua em seu blog?

20 de nov de 2009

Tuka Raphaela, PARABÉNS!!!!!

Linda, parabéns pelos seus 3 aninhos!!! Continue com esta alegria linda que você tem!!! Te amooooooooooooooooooo.



O racismo real é pior.

Infelizmente Manoel Carlos só mostrou uma realidade que existe ainda. Vejam este caso:



A futura médica (quem quer uma consulta da figura????) não conhece balcão de reclamação? Não conhece Procon? Tem que humilhar pra reclamar. Perdeu a chance de ter um mínimo de direito em reclamar. E que marido banana. Imagino quando ele não agradar a figura o que a louca fará.

Foi ou não racista? Deve ou não mostrar? Se mostra, o autor é racista?


Finalmente o assunto Uniban está esfriando (apesar … Bom, deixa pra lá), porém agora, o assunto do momento, pelo menos no meio blogueiro, foi o tapa que Tereza deu em Helena na novela Viver a Vida.
Muitos estão espantados pela Taís estar em um papel como protagonista. Acho que a maioria que comentou, realmente não assiste novela. Eu atualmente não assisto novela, (mas com tanta chamada na TV e tanta revista contando sobre a novela na capa é impossível não acompanhar), mas assisti algumas e sei de outras. Pra quem não sabe, Taís foi protagonista da novela Da Cor do Pecado de 2004 na Rede Globo. Ou seja, a grande novidade agora, é ela ser protagonista em uma novela de Manoel Carlos e no horário das 21:00. Além de Chica da Silva é claro (Tenho sérias dúvidas se Chica da Silva era como a que foi retratada na novela, mas é para outro post).
Agora, vem a maior polêmica. A cena em si foi racista? Muitos acreditam que sim. Mas o problema maior é o que o público quer ver. Se colocarem uma cena assim, gritam que o autor tem preconceito. Que a Helena se humilha e se rebaixa perante Tereza e Luciana. Mas se fizesse cenas, onde Helena vivesse feliz e sem sofrer um pingo de preconceito DE TODOS é porque a história está fugindo da realidade. Manoel Carlos não fugiu da realidade. Simplesmente retratou que as pessoas, mesmo sem perceber, ou percebendo, são racistas e tem atitudes racistas. Muitos não perceberam, mas Manoel Carlos está fazendo sim uma crítica ao racismo velado que tem em nossa sociedade. Quer prova maior do que Luciana, no começo da novela, considerar Helena sua grande rival? Quando vi a chamada, senti sim uma atitude preconceituosa por parte do personagem, e em outras chamadas também senti, a raiva dela parecia ser maior por Helena ser negra.
Mas a Helena também deu um tapa e ninguém comenta nada. Só porque há uma cena em que Helena apanha, fazem toda esta polêmica.








Atitudes racistas também foram retratadas na novela Da Cor do Pecado. Tem uma cena de Bárbara (a racista-mor da novela) com a personagem da Taís, que tem o sugestivo apelido de Preta (apelido mais racista não?), em que ela humilha a personagem. A vontade que dá é de entrar na cena e dar um tapa na cara daquela Bárbara FDP. 

Muitos também acham que os autores devem aprofundar o assunto pois novela atinge milhares de pessoas. Desculpem, mas infelizmente não há a mínima possibilidade de tratar um assunto desta magnitude com a devida profundidade necessária em uma novela. Novela é divertimento para uma boa parte da população (não digo maioria porque não confio nos números do IBOPE) após um longo dia de trabalho. É quando a dona-de-casa após todo o trabalho doméstico tem a oportunidade de descansar e se distrair. O assunto pode até ser tratado e deve, porém se o autor carregar na tinta como se diz por aí, além de afastar o telespectador, corre-se o risco da novela ser reclassificada no Ministério Público. Lembro-me que na Novela Mulheres Apaixonadas, havia um núcleo que retratava o assunto violência doméstica, onde um personagem espancava constantemente sua parceira. O tema foi levantado, porém devido à violência, a novela correu sério risco de sofrer sansões do MP. E também conheci várias pessoas que criticavam a novela por exagerar no personagem e outros que diziam que o personagem não era 1% do que ocorre no mundo real. Na realidade, a sociedade tem medo de expor algo que ela mesma pratica na vida real. Não quer que um terceiro (no caso, o autor) aponte e dedo e diz: Você é racista como na novela! Prefere que os autores não mostrem e os mesmos tem que tratar muitas vezes o assunto de forma implícita, mas como a sociedade brasileira ainda está evoluindo, não percebe o tratamento implícito que o autor está dando para o assunto.E isto não quer dizer que ele compactua com o assunto a ser tratado, ou seja, que ele é racista, ou preconceituoso. Simplesmente tem que tratar do assunto de forma velada por não chocar a nossa sociedade.
E o que você, leitor ou leitora do blog acha? Foi racista? A novela deve mostrar ou fingir que nada disto ocorre?

15 de nov de 2009

Sobre o caso Uniban - Um comentário


Deixei um comentário sobre o caso da Uniban neste blog e acabei gostando. E deixo aqui para todos analisarem:



A coitada não percebe, e nem as feministas, que o caso virou massa de manobra para ganhar audiência.
Vão sugar o assunto até a última gota. E creio que se for para a Playboy, vão pagar o mínimo para ela e ela ainda se sentirá amada por todos. Não, ela continua sendo humilhada, mas de uma forma mais disfarçada. Ela se tornou uma mulher objeto, além dos homens, um objeto para ser exposto pela mídia. Não é algo genuíno, puro e sim, algo para dar audiência. Viva Youtube! Viva celular com câmera, devem estar gritando os diretores de redação de jornais, revistas, programas de auditório, e todos nós participamos disto de forma indireta.

Apenas Brincando

"Quando estou construindo com blocos no quarto de brinquedos,
Por favor, não diga que estou apenas brincando,
Porque enquanto brinco, estou aprendendo sobre equilíbrio e formas.
Quando estou me fantasiando,
Arrumando a mesa e cuidando das bonecas.
Por favor, não me deixe ouvir você dizer ele está apenas brincando.
Porque enquanto eu brinco, eu aprendo.
Eu posso ser mãe ou pai algum dia.
Quando estou pintando até os cotovelos,
Ou de pé diante do cavalete, ou modelando argila,
Por favor, não diga que estou apenas brincando,
Porque enquanto eu brinco, eu aprendo.
Estou expressando e criando
Eu posso ser artista ou inventor algum dia.
Quando estou entretido com um quebra-cabeça ou com algum brinquedo na escola,
Por favor, não sinta que é um tempo perdido com brincadeiras.
Porque enquanto brinco, estou aprendendo.
Estou aprendendo a me concentrar e resolver problemas.
Eu posso estar numa empresa algum dia.
Quando você me vê aprendendo, cozinhando ou experimentando alimentos.
Por favor, não pense que porque me divirto, é apenas uma brincadeira.
Eu estou aprendendo a seguir instruções e perceber as diferenças.
Eu posso ser um chefe algum dia.
Quando você me vê aprendendo a pular, saltar, correr e movimentar meu corpo.
Por favor, não diga que estou apenas brincando.
Eu estou aprendendo como meu corpo funciona.
Eu posso ser um médico, enfermeiro ou um atleta algum dia.
Quando você me pergunta o que fiz na escola hoje.
E eu digo: eu brinquei.
Por favor, não me entenda mal.
Por que enquanto eu brinco, estou aprendendo.
Estou aprendendo a ter prazer e ser bem sucedido no trabalho.
Eu estou me preparando para o amanhã.
Hoje, eu sou uma criança e meu trabalho é brincar."
 
(desconheço a autoria)

12 de nov de 2009

Blogueira cubana é detida e agredida por agentes de segurança

Segundo diversos sites, a blogueira cubana Yoani Sánchez, de 34 anos, a conhecida crítica do governo cubano, foi detida e agredida no dia 05/11/2009 junto com amigos por agentes de segurança do governo cubano. A mesma, juntamente com amigos estava indo participar de uma manifestação em Havana. Segundo ela, os agentes informaram que ela estava indo longe demais com o seu blog.
Meu comentário: Isto mostra que Cuba não está se abrindo para o mundo como Raul Castro tenta mostrar. A total falta de liberdade de expressão em Cuba continua apesar de existirem blogs como o dela. Infelizmente ainda tem gente que acredita que Cuba é um país democrático. Democrático aonde? Como é democrático se tem atitudes como nossa Ditadura?
Fontes das notícias: O Globo, Folha Online, Portal Imprensa.
Fonte da imagem: O Globo.

11 de nov de 2009

Momento musical: Color Esperanza - Diego Torres


Greenpeace denuncia: Vazamento de urânio em Caetité (BA)

O portal do Greenpeace denuncia que houve um vazamento de 30 mil litros de concentrado de urânio em Caetité na Bahia, onde o mesmo pode ter contaminado o solo e lençóis freáticos. O fato ocorreu em 28 de outubro, porém só foi denunciado ao Greenpeace no dia 09 de novembro pelos moradores. Neste local está situada a mina de urânio das Indústrias Nucleares do Brasil (INB) {Esta empresa é do governo}, que abastece as usinas Angra I e II. A operação da mina, segundo os moradores, está suspensa.
Meu comentário: Infelizmnente, a chance de um novo caso com conseqüências graves como o caso Césio 137 é enorme. Infelizmente não vejo por parte do governo ou oposição qualquer pronunciamento a respeito do caso. E a imprensa também está muito quieta. Fico imaginando quantos vazamentos não divulgados em Angra ocorre e não sabemos. Quantas pessoas já sofrem as conseqüências dos vazamentos não divulgados em Angra? Será que somente quando houver uma explosão como Chernobyl é que daremos conta que temos ao nosso lado uma usina de mortes?
Fonte da reportagem e imagem: Greenpeace.Org

3 de nov de 2009

Necessito ir urgente ao um show da Banda Elefante

Eu necessito ouvir estas novas versões que eles deram para Así Es La Vida e De La Noche A La Mañana em um show aqui no Brasil Urgente. Comentei sobre eles aqui.






Ai Jesus, ouvindo Resplandor cantada pelo Rafa já é tudo de bom. Ver então melhor ainda:


Pra quem quer conhecer mais sobre a Banda, segue links:
Comunidade criada no Orkut por fã Brasileiro (sim, sou modera de lá, rsrsrs),
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...