Páginas

22 de jan de 2012

Dica de Filme: Caramelo

Sinopse: Em Beirute, cinco mulheres encontram-se regularmente num salão de beleza, um microcosmo colorido e sensual da cidade, onde várias gerações entram em contato, conversam e trocam confidências. Layale ama Rabih, mas ele é casado. Nisrine é muçulmana e seu futuro casamento representa um problema: ela não é mais virgem. Rima atormenta-se com a atração que sente por mulheres e em especial por uma gentil cliente de cabelos compridos. Jamale recusa-se a envelhecer. Rose sacrificou sua vida para cuidar da irmã mais velha. No salão, suas conversas íntimas e francas versam sobre homens, sexo e maternidade, entre cortes de cabelo e depilação com uma pasta caramelada. O longa venceu em 2007 os Prêmios de Público, o da Juventude e o Sebastiane no Festival Internacional de Cinema de San Sebastian, na Espanha.

Informações Técnicas
Título no Brasil: Caramelo
Título Original: Sukkar banat / Caramel
País de Origem: França / Líbano
Gênero: Comédia Dramática
Tempo de Duração: 95 minutos
Ano de Lançamento: 2007
Estréia no Brasil: 05/06/2009
Estúdio/Distrib.: Imovision
Direção: Nadine Labaki

Elenco
Nadine Labaki ... Layale
Yasmine Elmasri ... Nisrine
Joanna Moukarzel ... Rima
Gisèle Aouad ... Jamale
Adel Karam ... Youssef
Sihame Haddad ... Rose
Aziza Semaan ... Lili
Fatmeh Safa ... Siham
Dimitri Staneofski ... Charles
Fadia Stella ... Christine
Ismaïl Antar ... Bassam
Yousra Karam ... Salon client
Victoria Bader ... Salon client
Nancy ... Woman in taxi

Minha opinião: Filme doce, lindo, delicado. Trata de assuntos femininos que em um país como o nosso não seria problema algum (ou pelo menos um escândalo nacional), mas para um país como o Líbano, é um problema muito grande. Adorei as formas sutis de como os temas foram tratados. Houve também cenas de uma sensualidade quase imperceptível, com uma delicadeza ímpar. Também houve cenas com um tom delicioso de comédia. Os meus personagens favoritos foram a Rima e a Rose. Rima, ao que tudo indica no filme (lembre-se: Tudo é muito subjetivo no filme.), consegue se resolver no seu problema amoroso (as cenas dela foram todas lindas), o que na sociedade do Líbano será um escândalo. Mas a história da Rose é triste mas durante o filme, você torce muito para a situação dela mudar e no final xinga a Lili sua irmã, mas infelizmente existe muitas Lilis e Roses por aí e isto me fez chorar muito no filme. Gostei também do personagem da Nadine, Layale, mas a situação dela é meio que universal, apesar de um personagem que com certeza, na sociedade do Líbano, também será marginalizada tanto quanto a Rima. Os dois personagens que menos gostei foram a Jamale, que simboliza o medo de toda mulher, envelhecer, pois talvez o filme amplie o problema porque o Líbano é um país que cultua as mulheres mais jovens e as situações do personagem foram um pouco forçadas na minha visão. O outro personagem que menos gostei foi a Nisrine, talvez por ter se submetido ao padrão exigido pela sociedade libanesa através de uma espécie de mutilação (mas amei a mensagem que a Rima falou para ela e o noivo no final do filme). Mas o filme é lindo mesmo com os detalhes que eu não gostei.

Layale

Nisrine

Rose

Jamale

Rima

Lili

Personagem especial e lindo




0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...