Páginas

13 de jan de 2012

O barulho ensurdecedor do silêncio.


Chego em casa correndo e subo as escadas.
Abro a porta de nosso quarto, mas escuto …
o barulho ensurdecedor do silêncio.

Abro o guarda-roupa …
E vejo as suas gavetas …
Cheias de vazio... 

 Por que tinha que ser assim?
Por que nossas brigas nos deixavam surdos e cegos?
Por que deixamos de ouvir nossos corações?

A sua última ligação veio em forma de facada.
Uma facada que fez dilacerar-me
Dizendo que me deixaria, mesmo me amando.

Como pode me deixar, mesmo me amando?
Como pude te perder?
Como meu ciúme me tirou a razão e você?

Eu perdi você …
Pra mim mesma ...
Pra mim mesma...

E agora eu escuto...
O barulho ensurdecedor do silêncio...
De nosso quarto.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...