Páginas

25 de abr de 2010

E você, o que faria? Aceitaria o cheque?

Antes um pequeno resumo para entenderem este post (que é baseado em um cena específica da novela Uma Rosa Com Amor):
"Uma família simples com pai, mãe e três filhos, sendo que o mais velho é uma mulher de 37 anos e os outros bem mais novos, moram em um casarão antigo juntamente com outros moradores que moram em volta deste terreno em uma espécie de cortiço. Todos pagam aluguel para uma pessoa, porém o local interessa para alguns incorporadores. Esta pessoa recebe uma proposta destes incorporadores para a venda do terreno, porém todos os moradores, que são representados pela família descrita no começo, tem a opção de compra pelo fato de morarem a muito tempo, mas como todos não tem o dinheiro para a compra ele ficam ameaçados de perder o local onde moram. Ocorre que a filha mais velha do casal trabalha em uma construtora e seu patrão é um estrangeiro que mora no Brasil, mas para conseguir manter a sua empresa aqui no país necessita de um visto de permanência e a única forma que ele encontra para tal é se casar com uma brasileira aqui no país, e com isto ele faz a proposta para ela que diz que aceita somente se ele der um dinheiro para a compra do terreno onde ela mora. Ele acaba entregando um cheque de U$$ 1.000.000,00 em troca do casamento formal mas sem ser consumado de fato. Quando a família recebe a intimação para a compra do terreno, o pai não aceita usar o cheque porque não quer ninguém pense que ele vendeu a filha para ter o dinheiro da compra do terreno, deixando a filha triste por tal atitude do pai, o que colocaria todos na rua."

Confesso que a cena me fez emocionar e refletir. A atitude do personagem em recusar o dinheiro, mesmo sabendo que a filha é honesta, que nunca deu desgosto para ele e que tomou esta atitude somente para ajudar é de uma dignidade ímpar. Só que isto me fez refletir. Será que na vida real algum pai faria o que ele fez, mesmo nunca tendo a intenção de ter filhos para lucrar um $$? Quantos Giovanni's (Giovanni é o pai em questão) há por aí? Por mais desesperadora que sua situação está você tomaria uma atitude como ele tomou? Ou pegaria o cheque e na primeira oportunidade compraria o terreno? Fico me imaginando na situação da cena e sinceramente não sei se teria a mesma atitude sabendo que vou perder o local onde moro sem ter uma única economia para recomeçar. Qual a minha atitude se estivesse no lugar do Sr. Giovanni?
Além de me questionar, me fez ao mesmo tempo ficar triste, porque sabemos que neste Brasil enorme e também em outros países, há sim pais que olham os filhos como objetos de valor, e que o filho deve dar lucro para ele. Vemos muito disto nas esquinas com as crianças pedindo esmolas e muitas vezes é para levar este dinheiro para os pais e ai de não conseguir o lucro desejado ...
Ps: Sei que muitos vão criticar a atitude da filha que aceitou tal proposta, mas isto serve de tema para outro post.

2 comentários:

  1. oi lu!
    interessante este caso! mas eu acho que no lugar do pai, eu acabaria aceitando o dinheiro, desde que sabendo que o acordo entre a filha e o chefe era honesto e que não haveria aproveitamento em nenhuma das partes. bonita a atitude dos dois, da filha, por querer salvar a situação, e do pai, por querer proteger a imagem da filha perante aos outros. complicado de resolver qual seria a melhor atitude! acho que só quando acontecesse com a gente é que a gente entende como funciona!

    beijo! =*

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente ...
    eu acho que aceitaria!
    AHSDUAHSDHUASDHAUSHSUHUHAUSDH'

    Belo bloog, to seguindo!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...