Páginas

23 de ago de 2010

Uma Rosa Com Amor 2 - Claude e Rosa depois do Casamento Parte 2

Neste momento chega o pessoal do hospital com todo o aparato médico, dando alívio em Rodrigo e Socorro. Ambos são direcionados ao quarto do casal. Enquanto o grupo médico sobe, chegam (adivinhem pessoal????) o casal Smith.
Miss Smith. Onde estás Doctor Croude e Rose?
S: Estão lá em cima. Nasceu o bebe deles!!! Não deu tempo de ir ao hospital.
Miss Smith: Wonderful. Wonderful. Enton iremos voltar pra apartamento nosso e assim que situaçón ficar calma, iremos visitá-la no hospital. Deixe nossas felicitaciones ao casal.
Enquanto Miss Smith falava com Socorro e Rodrigo em direção à porta, Frazão chegava ao apartamento. No quarto...
C: Mon Dieu, que bom que vieram rápido, apesar que deu tudo certo – Disse Claude ao corpo médico, todo suado e sujo, mas ele nem ligava pra isto neste momento.
C: Mon Amour está tudo bem? Pergunta preocupado Claude, pois percebe que Rosa estava um pouco quieta.
R: Meu amor. Não é nada. Só estou um pouco cansada e com dor de cabeça.
Médico: Vamos ver a sua pressão Serafina, e efetuar os procedimentos padrões para o pós-parto. Como está a pressão dela Ana (Enfermeira)?
Ana: A pressão dela está 13:08 Doutor. – Fala a enfermeira um pouco preocupada deixando Claude, D. Amália e Dádi apreensivos. Rosa estranhamente não reagiu ao comentário. Parecia estar acordada, mas ao mesmo tempo não.
Maria (outra enfermeira): Doutor. Aqui não para de sair sangue. Está acontecendo alguma coisa.
Quando Claude escuta isto, entra em pânico total e grita:
C: DOUTOR, PELO AMOR DE DEUS, O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM MINHA SERAFINA, MINHA ROSA, MINHA FLOR?
Neste momento, Rosa começa convulsionar e o corpo médico começa a fazer os procedimentos de emergência. Dádi e D. Amália se abraçam e choram. Claude desesperado tenta avançar para ver o que estava acontecendo mas é contido por Frazão e Rodrigo que ouviram a gritaria na sala e correram para controlar Claude.
O outro corpo médico já tinha feito os procedimentos em Rosinha e ela estava bem. E a mesma já seria encaminhada para a ambulância.
C: ROSA, ROSA, NÃO ME DEIXE. A MINHA VIDA É VOCÊ. EU SOU UM NADA SEM VOCÊ. VOCÊ É MINHA FORÇA, MEU AR, MEU CHÃO, MEU ALIMENTO, MINHA ALMA E SEM A MINHA ALMA EU NÃO VIVO. EU NÃO VIVO SEM VOCÊ MON AMOUR.– Grita Claude chorando e em choque.
R: Dr. Claude se acalme. – Fala Rodrigo também chorando.
C: COMO ME ACALMAR? EU NÃO POSSO PERDE-LA. EU NÃO VOU SOBREVIVER SEM ELA.
F: Claude, se acalme. Você agora tem uma criança para se preocupar. – Diz Frazão lembrando que ninguém ainda tinha falado pra ele, Rodrigo e Socorro se era menina ou menino. Esta fala faz Claude se acalmar um pouco e lembrar que tinha uma filha, uma princesa. D. Amália e Dádi também se lembram de Rosinha.
C: Sim, agora eu tenho a Rosinha. Meu pequeno tesouro.
Neste instante, os médicos colocam Rosa na maca para ir para a UTI da maternidade.
C: Me solta Rodrigo, me solta Frazão.
Claude é liberado pelos dois.
C: Mon Amour. Não me deixe, não me abandone. Você é tudo pra mim. Como vou cuidar de minha princesa sem você? – Diz Claude passando a mão delicadamente no rosto de Rosa. Ele finaliza dando um beijo em seu amor.
Depois que Rosa é retirada do quarto acompanhada por D. Amália e Dádi, Claude chorando convulsivamente se encosta na parede do quarto e começa a escorregar dizendo:
C: Dieu, non me tire Rosa, non me tire minha flor. Sim, eu a magoei várias vezes, mas não percebia o quanto a amava e a admirava. Me pune, me mate, mas non mate a minha flor de minha vida. Tire a minha empresa, mas non tire a mulher da minha vida.
F: Claude, vc precisa ser forte. Vai lá trocar esta roupa para irmos ao hospital. – Diz Frazão sem saber o que falar na verdade. Nunca imaginou que viveria tal situação,
C: Sim vou trocar. Onde que está D. Amália e Dádi?
F: Estão lá embaixo. Autorizei D. Amália a ir na ambulância. – Frazão pela primeira vez não sabe se fez algo certo para o amigo, mas raciocinar nestas condições era o que ele menos conseguia.
C: Eu preciso ir junto com Rosa também Frazón
F: Claude, melhor não.
C: COMO NON? ELA É A MINHA MULHER! – Grita Claude pro amigo.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...