Páginas

17 de set de 2010

FIC Juana La Virgen: Bodas de Prata e renovação dos votos do casamento.

Maurício está sentando no escritório da Revista pensando no dia em que conheceu Joana (vem a lembrança do “Bonita... a moto” com a música Solo a tu Lado).
Nisto alguém bate na porta. Toc. Toc.
- Entra – Diz Maurício
- Oi pai – É a Mariana entrando
- Oi filha, o que faz aqui?! – Pergunta Maurício espantado
- Ô pai, não sabe que eu trabalho aqui como assistente da mamãe?!
- Lógico que sei. É que pra falar a verdade ainda não me acostumei com você deste tamanhoooooo... – Nisto, ele já está de pé e dá um abraço super gostoso na filha por trás.
- Sobre o que o Senhor estava pensando? A cara do Senhor é de quem estava viajando no tempo.
- E estava mesmo! Estava pensando no dia em que conheci a tua mãe. Não na festa, mas quando o meu carro se cruzou com a Pituza.
- Nossa! Já ouvi esta história um milhão de vezes! – Ri Mariana – Pai, era sobre isto que eu queria te falar.
- Sobre o quê minha filha? – Maurício parece não entender
- É que pai, daqui a três meses fará 25 anos que vocês se conheceram. O Sr. tem que fazer algo bem legal pra mamãe.
- Filha. Já estou preparando algo, sim. Senta aqui que vou te contar. – Nesta hora Maurício coloca Mariana no colo (sortuda!) – Você conhece a história do casamento simbólico lá na Serra?
- Até parece que não conheço, né pai? – Mariana ri novamente
- Pois bem, mandei construir lá uma capela onde o tema principal é o sol e as estrelas e irei fazer uma missa de renovação dos votos do casamento, só que vai ser uma surpresa pra tua mãe.
- Xiiii pai. O senhor sabe que a rainha das surpresas é a mamis e não o senhor.
- Pode deixar filha, já estou organizando tudo com o pessoal daqui e de casa.
Nisto entra na sala duas crianças, uma menina e um menino um pouco mais velho.
- Vovô – Grita a menina
- Vem cá minha Joaninha – Maurício pega a neta e põe no colo.
- Ela é a cara da mãe quando criança – Diz Maurício todo dengoso olhando pra Mariana.
- Vovô, a Joaninha não deixa eu brincar com a minha máquina fotográfica – Diz o garoto.
- Rafaelzinho, você sabe que a tua prima é mais nova. Ela ainda não entende estas coisas. Mas você pode brincar lá no estúdio, não é Mariana??????
- Sim, pai, pode, mas sem bagunça, viu crianças? – Diz Mariana – Bom, pai conta aí o que o senhor irá fazer.
- Bom deixa eu começar do começo...

Nisso passam os três meses...

- Caraca Maurício, eu tenho que ir lá nas montanhas fazer as fotos daquele pessoal esquisito????????? Por que não a Mariana ou o Rafael????? – Joana fica nervosa, mal sabe ela que é a surpresa que Mau está preparando.
- Fica calma Jô. Eles são esquisitos mas são do bem.
- E você pelo jeito se esqueceu que amanhã faz 25 anos que nós nos conhecemos.
- Hã, é mesmo. Esqueci. Quando eu voltar da viajem te dou um presente, tá? – Inês que está ao lado para agendar reuniões, quase cai na gargalhada com a disfarçada do chefe.
- Só depois da viagem???????? Você nunca passou a data em branco. Não tô te reconhecendo, viu Maurício. Ai do Senhor se tiver outra no pedaço!
- Não tem outra não. É que estou cheio de serviço e esta maldita viajem de negócios teve que ser marcada bem nesta época!
- Quando eu irei? – Pergunta Joana ainda nervosa
- Hoje depois do almoço. – Reponde Maurício como se nada tivesse acontecido. Inês fica espantada com a naturalidade do chefe na mentira.
- Hoje e depois do almoço?!?!?!?!?!?!?!?! Eu nem arrumei nada ainda Maurício!! Você sabe que eu gosto de deixar tudo arrumado!!! Máquinas, filmes, tudo, fora o que eu vou ter que levar de pessoal, como roupas e etc!!! – Joana está a ponto de voar no pescoço de Maurício de raiva.
- Joana, calma. Eu já pedi pra Mariana ir adiantando isto pra você.
- Tá bom Maurício. O Senhor manda, a tua escrava obedece.
- Não precisa ficar nervosa. Vai dar tudo certo – Nisto Maurício já abraça Joana por trás.
- Então deixa eu ir falar com a Mariana. Você me paga Maurício. – Joana dá um selinho e aperta a bochecha dele e sai da sala.
- Inês do Céu, ela caiu direitinho! – Comenta espantado Maurício
- É chefinho, caiu direitinho, mas espero que ela saia daqui rapidinho, pois tenho que ir ao salão me arrumar. 

Depois de falar com Mariana, Joana sai com o motorista que irá levá-la. Pela cortina Maurício fica olhando ela sair. Quando o carro vira ele dá sinal pra todo mundo sair e ir se preparar para o grande evento. A revista fica em polvorosa!

...Chegando nas montanhas, Joana fica lembrando (com Solo a tu lado de fundo musical e cenas da época) que a quase 25 anos atrás foi para esta mesma região junto com Maurício fugindo da polícia e que viveu momentos mágicos. Chegando no local combinado, aparece uma mulher que a cumprimenta.

- Oi Joana, fez boa viagem? Meu nome é Janaína. Será um prazer ter você em nosso grupo que prega o amor acima de tudo. – Janaína é uma das sócias do buffet, junto com Cleé, Lis, Lena, Andy e todo mundo do grupo.
- Fiz sim. Só estou um pouco cansada – Nisto já estava anoitecendo.
- Bom lá, na cabana tem um quarto arrumado pra você. Em cima da cama tem um vestido preparado especialmente para as visitas femininas participarem de nossa cerimônia amanhã. – O vestido é uma cópia fiel do vestido do casamento.

Joana olha o vestido e lembra do casamento. Abraça ele e acaba dormindo...

Enquanto isto na casa dos dois, Maurício vai dormir no quarto de hóspedes, pois seria mais fácil cair no sono sem a presença de Joana, mas não consegue, só tira um cochilo. Tânia fica pensando que depois de tanto tempo ainda se surpreende com o amor dos chefes.

Chega a manhã... 

- Joana. Está na hora. – Diz Andy
- Hã. Sim. Já estou me vestindo.
- Não se esqueça que você tem que colocar o vestido, tá? – Lembra Andy, se segurando pra não rir.

Joana acaba de se vestir e quando vai sair é surpreendida por Andy com um café da manhã com tudo o que ela gosta de comer. Depois de tomar o café da manhã, Andy avisa que terá que colocar uma venda nos olhos de Joana, pois as visitas não podem conhecer o caminho da cerimônia do grupo. 

Na capela, já está todo mundo: Rafael com a esposa e o filho, Mariana com Davisinho, seu esposo (filho de David e Brandy) e Joaninha, Armando (que continua solteiro. Acha que nunca vai viver um amor como o de Maurício e Joana), Henriqueta com Aninha (filha dela com Manuel), Ana Maria, Salvador, Ramonzito (filho de Ana e Salvador) e todo mundo da revista, os sócios de Miami, Humberto, Nicolau (ficou rico, montou uma fábrica de pastéis com o nome de Dona Acuzena em homenagem a sócia querida), Maurício que não para de andar de um lado para outro de nervoso e o pessoal do Buffet.

- Ai Manuel, será que ela não vai desconfiar de nada? – Pergunta Maurício mais nervoso ainda
- Maurício, calma. Acho que não. Quem diria que eu iria viver tudo isto aqui? – Suspira Manuelito lembrando o dia do casamento.

Nisto aparece Mariana que diz:

- Estão chegando pai.
- Bom deixa eu ir lá pra fora, Maurício, pois vou ter que trazer a minha sobrinha pra você. Maurício, obrigado por fazer a minha sobrinha a mulher mais feliz deste mundo.
- Não tem que agradecer. Eu é que tenho que agradecer pois ela me devolveu a vida.


- Joana, nós já chegamos. - Diz Clee.
- Onde eu estou? Não estou gostando nada disso. Eu gosto de tudo às claras! – Joana foi ficando nervosa pelo caminho. Começou a achar que estava sendo sequestrada e que tinham enganado Maurício com esta história de grupo místico, pois tinham proibido de levar os equipamentos para as fotos.

Joana sai do carro e é guiada até a porta da capela. Nisto ela sente o perfume que Manuel usa.

- Nossa, alguém está usando um perfume igual ao que o Titi usa!

Nisto a venda dos olhos é tirada e Joana fica espantada com a presença do tio.

- Mas o que você está fazendo aqui?! E o que isto significa?! – Pergunta Joana apontando pra capela.
- Parabéns pelos 25 anos de felicidade, Joana. E a tua felicidade está te esperando lá dentro – Fala Manuel.

A porta da capela se abre. A capela está toda enfeitada com sol e estrelas. Em cada sol está escrito: “O amor nunca se acaba. Joana e Maurício”. Joana fica espantada com a presença de todos e se emociona. Mesmo emocionada, fica olhando pra Maurício e murmura sorrindo: Você me paga!

Joana, de braços dados com o tio entra na capela ao som de Solo a tu lado. Na frente os netos carregam quatro correntes. Duas, com cada uma metade de um sol e duas, com cada uma metade de uma estrela.

- Titi, eu não ensaiei nada! – Joana fala baixinho.
- Joana, na hora você saberá o que falar – Responde Manuel

Chegando no altar Manuel entrega Joana para Maurício. Maurício dá um beijo na testa de Joana e diz:

- Minha vida
- Meu ar – Responde baixinho Joana

- Estamos aqui diante de Deus pra celebrar os 25 anos de felicidade deste casal, Maurício e Joana. Você, Maurício De La Veja, promete continuar amando Joana na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte os separe? – Pergunta o padre, sobrinho de 2º Grau do Popaye

- Prometo – Responde Maurício sorrindo e olhando pra Joana.

- Você, Joana Perez de La Veja, promete continuar amando o Maurício na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte os separe?

- Prometo amar até após a morte – Responde Joana olhando para Maurício. Nesta hora ambos já estavam chorando.
- Maurício, você gostaria de fazer alguma declaração? – Pergunta o padre. É apenas uma formalidade, uma deixa para que Maurício faça uma declaração e que as crianças entreguem as correntes.
- Sim. – Maurício olha fixamente em Joana – Você, Joana, é o Sol que me ilumina, a estrela que me guia. Você é minha vida, meu alimento da alma e do coração. Por isso vou te entregar esta metade de sol, pois nós dois somos um.

Maurício pega as correntes com as metades de cada um do sol. Quando juntas se lê a frase: O amor nunca se acaba. Nisto um raio de sol bate provocando um reflexo e Maurício e Joana maravilhados olham a imagem e lembram de todos os momentos maravilhosos que tiveram juntos (nisto vem as imagens que nós amamos ao som de Solo a tu lado). Um coloca a corrente no outro. Depois Maurício pega as outras correntes com a metade de uma estrela cada uma e cada um coloca a corrente em outro.

- Posso fazer uma declaração? – Pergunta Joana
- Sim – Responde o padre – Nisto Maurício olha sorrindo.
- Maurício, você é meu amor, minha vida, meu tudo. Sem você eu não sou ninguém. Te amo, te amo e te amo. – Diz Joana, já enchendo-o de beijos.

- Bom, eu vos declaro eternamente apaixonados – Diz o padre que encerra a pequena cerimônia tb chorando, pois conhecia a história e o seu sonho era fazer esta pequena cerimônia.

Abraçados um no outros eles saem da pequena capela construída e forma-se uma grande fila para os cumprimentos do casal. Mariana, Rafael, ou seja toda a família e amigos. Ao lado da capela, está montada uma grande recepção para o casal e os convidados. E depois de três horas de festa, os dois se olham e Joana fala toda marota:

- E este casamento, não vai ter lua de mel?
- Sim minha querida, você acha que eu esqueci disto? A nossa lua de mel será na cabana onde eu fiz AMOR pela primeira vez - Reponde Maurício sorrindo, referindo-se a primeira vez de ambos.
- Então vamos – Diz Joana

Nisto eles saem correndo de mãos dados e encontram o velho carro preto de Maurício todo decorado.

- Mãe, onde a vovó e o vovô vão? – Pergunta Joaninha para Mariana
- Eles vão voltar ao passado filha. Quando você for mais velha você irá entender – Responde emocionada Mariana.

O carro sai e atrás se lê ETERNAMENTE APAIXONADOS. O AMOR NUNCA SE ACABA. Toca Solo a tu Lado.

FIM

Fic originalmente postada aqui

4 comentários:

  1. Mariana Lopes17/09/2010 23:21

    Amei... Foi como reviver com eles esses momentos! As cenas ficaram passando na minha imaginação, como se realmente estivessem acontecendo. O texto tem uma delicadeza que me encanta e emociona. Claro q chorei de novo... obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Ai que lindo, amei demais...essa pareja pra mim foi a melhor , com mais quimica de todos os tempos...podiam repeti-la, vamos fazer campanha...fiz um twitter para homenagea-los, entra lá e participa por favor ...o twitter @jlavirgenfans

    ResponderExcluir
  3. Bem valeu a intençao, mas muitas palavras eles nao falavam , entao achei um pouco estranho assisti em espanhol, Bem nao vi em portugues talvez mudaram alguma coisa , mas espanhol venezuelano nao é tao diferente do portugues, penso q poderia ser melhor ... Mas foi bonito sim.. ja pensou em enviar pros proprio a perla farias o Ricardo Alamo e a Dani??? seria legal... beijosss e sola tu lado

    ResponderExcluir
  4. Que Lindoooooooo...!!!
    Lógico que Eu Chorei né Gente??!!
    Tb Viajei imaginando a Cena!!!
    Poderia Mesmo enviá-lo para Ricardo Álamo, a Dani e Perla Farias.
    Comprei a Novela e Estou Assistindo nesse Momento.
    Tem Notícias mais atuais dos atores??!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...